11 dezembro 2010

Crochê com agulhas Clover

Outro dia tentava me lembrar com quem aprendi a fazer crochê. Minha memória me trai, mas acho que foi com minha mãe, quando eu ainda era criança. No entanto, só depois de muito tempo voltei a me interessar por ele. O fato de eu ter parado de fumar contribuiu muito para isso, já que os (ex)fumantes tendem a ter necessidade de estar com as mãos ocupadas quase que o tempo inteiro.

Quando comecei a passear pelos blogs, lia muito sobre as agulhas japonesas Clover, e há pouco tempo decidi comprá-las. Depois de uma pesquisa optei pelo site inglês Purplelinda Crafts. Foi ótimo. Mais barato do que comprar no Brasil (infelizmente), e entre o clique da compra e a abertura do pacote demorou 15 dias corridos.

  • HOJE - AUJOURD’HUI Aujourd’hui je suis très sensible, Je me sens un poète, un écrivain, Ceux qui écrivent des choses sensibles, Choses avec émotion, d’un seul éla...
    Há 2 meses